Menu fechado

NOTA OFICIAL DA ALIANÇA NACIONAL LGBTI+ DE SOLIDARIEDADE ÀS PESSOAS NEGRAS, INDÍGENAS E COM DEFICIÊNCIA ESTAMOS JUNTOS/AS.

NENHUM DIREITO A MENOS!

O cenário político brasileiro permanece com a temperatura elevada, com graves ataques à democracia e à garantia dos direitos individuais dos cidadãos brasileiros, sempre abrangendo apenas uma parcela da sociedade.

O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, revogou uma portaria que havia sido publicada em maio de 2016 que determinava que todas as Universidades Federais promovessem políticas de cotas em programas de pós-graduação.

https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/2020/06/18/mec-revoga-inclusao-de-negros-indigenas-e-deficientes-em-curso-de-pos-graduacao

O texto da referida medida agora revogada, previa que as Instituições Federais de Ensino apresentassem as devidas propostas para que houvesse a inclusão de negros (pretos e pardos), indígenas e pessoas com deficiência abrangendo todos os programas de mestrado e doutorado, criando assim também comissões necessárias para a discussão e aperfeiçoamento das ações neste sentido.

Diante de tal atitude é claro e límpido para todos que assim desejarem ver, que estamos diante de um grave levante de pautas antidemocráticas, racistas, e que em suma ferem a defesa dos direitos humanos de forma integral e as garantias previstas na Constituição Federal.

Vivemos no mundo um momento em que as atitudes racistas vêm tomando espaço nas ruas, agressões e mortes da comunidade negra ocorrendo sob a luz do dia sendo exibidas pelas redes sociais como se fora algo amplamente normal e tolerável, como se as marcas de um passado sombrio de escravização na colonização de nosso país pudessem ser esquecidas.

Pessoas com deficiência e indígenas também são colocadas à margem das políticas públicas do atual governo, que parece tampar os olhos e ouvidos aos clamores ante as necessidades de tais grupos mesmo em meio à Pandemia da Covid-19.

Confira a nota publicada em 18/06/2020 na íntegra abaixo.

#HumansRights #direitoshumanos #Gaysbr #GayPortugal #familiahomoparental #Trans #racismoZero #LGBTIBRASIL #Lgbti #happy #advocacy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *